Cidades,  DAE / SAESA,  São Caetano do Sul

Resposta do DAE a respeito do fornecedor TB Serviços

Chegou hoje a resposta da solicitação de informações ao DAE sobre pagamentos à TB, que foi realizada em 18/11/2017. A íntegra é reproduzida abaixo:

“Boa tarde Hamilton.
Informamos que o contrato firmado com a empresa TB Serviços, Transporte, Limpeza, Gerenciamento e Recursos Humanos S/A, tem como objetivo a prestação de serviços de limpeza pública e serviços correlatos. Desta forma, não há lista de profissionais, cargo, e remuneração a informar.
Ademais, não serão atendidos pedidos de acesso à informação que exijam trabalhos adicionais de análise, interpretação ou consolidação de dados ou serviços de tratamento de dados, que não sejam de competência do órgão ou entidade municipal, nos termos do Decreto Municipal nº 10.525/2012.
Ainda solicitamos que qualquer outro pedido em nome da Cidade em Números venha acompanhado do devido documento de constituição da entidade.
ATT.
Jorge Aro
Gerente de Comunicação”

Como fica claro, infelizmente, a resposta não veio. Diante desta resposta, respondemos via mensagem eletrônica conforme segue:

“Boa tarde Jorge,
Obrigado pelo retorno.
O site “Cidade em Números” é uma iniciativa popular e, portanto, não tem uma constituição formal. Independente disso, há interesse em conhecer os detalhes das ações municipais, iniciando com São Caetano do Sul. O que o site faz é traduzir para a população o que é divulgado de forma consolidada e de difícil entendimento. Agora, a consulta foi feita por mim, como pessoa física. A consulta e obtenção de informações públicas é livre e pode ser solicitada por qualquer pessoa. 
O que foi solicitado é a composição de custos da TB Serviços, objeto de pagamento. Se não há profissionais ligados, como é pago? Qual a ficha de trabalho que justifica o pagamento? O que compõe o pagamento dos valores? Quais são as métricas usadas para avaliar o trabalho e desempenho? Isso é muito importante, já que este fornecedor representa o segundo maior custo do DAE. Como os valores não são constantes, deve haver algo que justifique o que é pago mensalmente. É esta informação que preciso. Em função da análise dela, podem surgir mais questionamentos.
Mantenho o meu pedido. 
Não é preciso nenhum trabalho adicional de interpretação, análise ou consolidação. Basta o envio do material que embasa o pagamento mensal dos valores. Imagino que uma planilha com o que foi executado mês a mês ou algo similar. Claro que, de forma eletrônica e em formato tratável. 
Agradeço a atenção e aguardo o retorno com as devidas informações.
Hamilton T. da Silva
Cidade em Números”

Novamente, é preciso aguardar a resposta do DAE para que possamos ter acesso a estas informações e avaliá-las para publicação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *