Cidades,  Prefeitura,  São Caetano do Sul

Terceira Resposta da PMSCS sobre Pesquisa Domiciliar de Avaliação

Para entender esta resposta, é preciso que seja feita uma recapitulação dos fatos anteriores. Em 21/05/2018 foi registrada uma solicitação (veja este post) à Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul com o seguinte teor:

Está sendo realizada uma pesquisa de casa em casa a respeito de avaliação de áreas da Prefeitura de São Caetano do Sul (iluminação, saneamento básico, educação, saúde, etc.). Gostaria de saber qual é o escopo da pesquisa e o objetivo da mesma. Também gostaria de conhecer o contrato e valor do mesmo.

Em 08/06/2018 veio a resposta (veja este post), ou quase… Foi citado o decreto que dá suporte ao trabalho (11240 de 09/02/2018), que é uma reedição de decreto similar (11095 de 26/01/2017), basicamente trocando o nome do programa “Programa São Caetano Bairro a Bairro” por “Governo em Movimento“, sem grandes alterações no escopo do programa. É importante salientar que a vinculação da pesquisa ao programa do “Governo em Movimento” foi dada pela própria signatária da resposta, Sra. Marília Marton, Secretária Municipal do Governo.

Como a resposta não informava nada sobre o escopo da pesquisa, na mesma data foi feita nova solicitação de informações, desta vez solicitando informações mais diretas, ou seja, resposta para:

  • Escopo da pesquisa: data de início e fim do trabalho, perguntas que vão ser tratadas, área de atuação por período, percentual da população a ser pesquisada (ou número de formulários a serem preenchidos), perfil da população, forma de abordagem.

  • Cópia eletrônica do contrato deste trabalho. Evidentemente deve constar o nome da empresa, endereço, valor do serviço e como será apresentado o resultado do trabalho.

 

No dia 29/06/2018 veio a segunda resposta (veja este post). Novamente a resposta vinculou a pesquisa ao “Governo em Movimento”, onde detalhou alguns custos e de onde sairiam as verbas. No mesmo dia foi encaminhada nova solicitação, novamente sobre o mesmo tema (pesquisa domiciliar). A signatária da resposta foi a mesma. O texto encaminhado foi:

Pesquisa Domiciliar Governo Movimento: Escopo da pesquisa, data início/fim do trabalho, perguntas tratadas, área atuação por período, percentual população a ser pesquisada (ou nº formulários serem preenchidos), perfil população, forma abordagem.
Cópia eletrônica do contrato, valor, fornecedor, etc

 

Hoje, 17/07/2018, chegou a terceira resposta. A mesma signatária das respostas anteriores agora informa que “não há contrato de pesquisa” no programa “Governo em Movimento” (clique aqui para obter o PDF integral).

O assunto novamente ficou sem resposta. Se não há contrato, como a pesquisa está sendo realizada? Quem paga? Qual o valor?

Diante desta situação, foi aberta mais uma solicitação sobre o mesmo assunto. O teor é este:

Of.111, 123 e 125/2018 SEGOV: Não havendo contrato, como a pesquisa domiciliar foi/está sendo realizada? Quem está fazendo e como será paga? Favor detalhar o assunto. Obrigado. Dúvidas, ligar celular.

 

Como sempre, devido à limitação da página do e-SIC da Prefeitura, que só permite 300 caracteres, o texto tem que ser muito reduzido. Esta nova solicitação recebeu o número xxxxxxxxxxx20180717142451.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *