PMSCS Confirma o Aprovado Pela População Sem Pesquisa

PMSCS Confirma o Aprovado Pela População Sem Pesquisa

Recebemos no dia 02/10/2018 uma mensagem da Comissão LAI (Lei de Acesso à Informação) de São Caetano do Sul contendo o Ofício SEGOV nº 176 (clique aqui para obter a cópia na íntegra), datado de 01/10/2018. Esta ofício é uma resposta à nossa solicitação de 27/09/2018 (veja este post).

Este ofício responde o questionamento sobre a afirmação “Aprovado Pela População” que consta no jornal Informativo do 141º Aniversário do Município de São Caetano do Sul, edição de Julho/Agosto de 2018, em sua página 19.

A prefeitura foi rápida em responder a este questionamento (de 27/09/2018 a 02/10/2018: 5 dias!). Ao que tudo indica, a Prefeitura usou sugestões e demandas dos munícipes recebidas durante o atendimento do programa Governo em Movimento para, de forma subjetiva, efetuar a afirmação. Veja a parte central da resposta.

 

Se ocorreu como relatado na resposta, a Prefeitura efetuou uma enquete improvisada e não documentada e, com base no “sentimento geral”, concluiu que a administração é “Aprovada Pela População”. Confunde um atendimento mais próximo do cidadão com a satisfação no atendimento. Chama ainda “uma nova forma de se comunicar” um programa que existe há muito tempo, que apenas mudou de nome nesta gestão (veja este post).

Com é possível que a SEGOV, responsável pelo programa, tenha uma real visão consolidada da opinião dos munícipes com base no que os colaboradores que fazem o atendimento escutam? Se não há registro documental da avaliação do munícipe, mas sim apenas sugestões e demandas, o que se tem é apenas o solicitado, e não a avaliação.

Além disso, se for como relatado, a enquete se baseou apenas nos que procuraram atendimento através deste programa de bairro a bairro. Quem não foi até este ponto de atendimento não foi consultado.

Ao que tudo indica, trata-se de uma frase de apenas efeito publicitário, sem base concreta que a comprove. Além disso, ao afirmar que é “uma nova forma de se comunicar“, distorce a verdade para promover a atual administração.

O ofício reforça, novamente, que não ocorreu nenhuma pesquisa. Como a pesquisa domiciliar existiu (há inúmeros relatos de moradores da cidade) e a própria prefeitura vinculou o assunto da pesquisa ao programa de atendimento nos bairros (veja este post), parece haver uma preocupação em desvincular esta informação.

E para que o assunto do informativo fique mais claro, foi aberta agora nova solicitação no e-SIC da cidade contendo o seguinte texto:

Sobre Informativo do 141º Aniversário do Município de São Caetano do Sul, edição de Julho/Agosto de 2018:
– qual foi a tiragem?
– qual foi a gráfica que a produziu?
– cópia eletrônica documentos fiscais da impressão
– cópia eletrônica do documento dos Correios que comprova a distribuição domiciliar

 

Esta solicitação recebeu o protocolo nº 20181013100503.

Facebook